Em Garanhuns: Personalidades recebem Troféu Viva Dominguinhos

238

A noite deste sábado (21), foi marcada por diversas homenagens no Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti. O Troféu Viva Dominguinhos foi entregue a dez personalidades pelo prefeito de Garanhuns, Izaías Régis. A premiação teve início em 2015, e é realizada pelo Governo Municipal, por meio da Secretaria de Comunicação Social e da Secretaria de Turismo e Cultura.

Entre os premiados estiveram Gerlane Melo, atual gerente da Unidade do Sebrae em Garanhuns, e ex-secretária de Turismo de Garanhuns, na época da criação do Viva Dominguinhos; junto ao professor e historiador Antônio Vilela de Souza, apaixonado pela cultura nordestina, conselheiro do cariri cangaço e que, entre suas obras, tem ‘Dominguinhos, o Neném de Garanhuns’; e Neile Barros, atual secretária de Turismo e Cultura

Representando a imprensa do estado, foram premiados o jornalista e diretor de Jornalismo da Rádio Jornal Recife, Carlos Morais; Arísio Coutinho Filho, diretor de Programação da Globo Nordeste e o diretor geral da Rede Globo Nordeste, Iuri Leite; o jornalista da Rede Globo Nordeste Francisco José; a jornalista Jacqueline Menezes, atual secretária de Comunicação Social de Garanhuns, e o radialista Ciro Bezerra.

Quem recebeu o troféu por último foi o compositor Onildo Almeida, um dos mais constantes parceiros de Luiz Gonzaga e compositor da música ‘Onde o Nordeste Garoa’, em homenagem a Garanhuns. Ao término das premiações o caruaruense ministrou uma aula-espetáculo em que abordou curiosidades de bastidores da parceria que firmou a vida inteira com Luiz Gonzaga.

HISTÓRICO DO PRÊMIO – Em 2017, foram homenageados o radialista Iran Pessoa; o fundador do grupo Quinteto Violado, Marcelo Melo; o guitarrista, violonista e compositor de Garanhuns, João Netto; o historiador Hélio Diógenes, criador do fã clube “Eterno Cantador”, que homenageia o Rei do Baião, Luiz Gonzaga; e o cantor Flávio José. No ano anterior, quem recebeu o troféu foi Aldo Machado de Araújo, propagador da música nordestina no Brasil; o instrumentista Genaro; Eurides Menezes, pai do cantor Waldonys; Jarbas Brandão; o sanfoneiro e sobrinho de Luiz Gonzaga, Joquinha; Flávio José e os cantores Elba Ramalho e Jorge de Altinho. Em 2015, os escolhidos foram o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis; o radialista Geraldo Freire, o jornalista Ney Vital; Wilson Seraine, professor universitário e radialista; o cantor e radialista Zezinho de Garanhuns; o colecionador Paulo Wanderley; o ex-prefeito Ivo Amaral; o proprietário da casa de eventos Arriégua, Luiz Ceará; o cantor e compositor Waldonys; o filho de Dominguinhos, Mauro Moraes; José Nobre, proprietário do Museu Luiz Gonzaga de Campina Grande; Marcos Lopes, proprietário do Forró da Lua, e a ex secretária de Cultura de Garanhuns, Cirlene Leite.

Deixe seu comentário!